Alfre­do Attié ini­cia, em out­ubro, a série “Rev­olu­cionam o Dire­ito e a Políti­ca”.

Serão qua­tro cur­sos, con­ce­bidos e real­iza­dos de modo difer­ente,  em que o Tit­u­lar da Cadeira San Tia­go Dan­tas da Acad­e­mia Paulista de Dire­ito exam­i­nará o pen­sa­men­to de autores e autoras impor­tantes para a mudança de cur­so da história que hoje vive­mos, mostran­do os aspec­tos e con­tribuições que con­sid­era real­mente ino­vadores e que influ­en­ci­am o novo modo como vemos e prati­camos a políti­ca e o dire­ito.

O primeiro cur­so: “Mon­tesquieu, Marx, Fou­cault, Clas­tres e Attié Rev­olu­cionam o Dire­ito e a Políti­ca” ini­cia essa jor­na­da, ao mes­mo tem­po séria e lúdi­ca, pelos mod­os como a reflexão dess­es autores encam­in­ha novas pos­si­bil­i­dades de pen­sar e agir no mun­do.

O eixo que une e desune ess­es autores, expli­ca Attié, é o da rup­tura com os mod­os tradi­cionais de inter­pre­tar as relações humanas na sociedade políti­ca.

Primeiro, Mon­tesquieu, que Attié estu­dou em seu livro recente “Mon­tesquieu: Tópi­ca das Paixões e Esti­lo Moral­iste” (Lis­boa: Chi­a­do, 2018), autor por meio do qual a teo­ria da políti­ca e do dire­ito sofreu uma pro­fun­da mod­i­fi­cação, muito emb­o­ra o filó­so­fo sete­cen­tista a ten­ha apre­sen­ta­do de modo tão ele­gante e com esti­lo tão refi­na­do, que pas­sou des­perce­bi­da pelos espíri­tos que o seguiram e o levaram, numa inter­pre­tação bas­tante des­fig­u­ra­da, a se faz­er patrono de estru­turas na armação do Esta­do, que ele mes­mo não recon­hece­ria. Que mis­térios, pois, esse autor guar­da, que pos­si­bili­tam uma críti­ca a essa mes­ma políti­ca que ora se põe em xeque? Dita em out­ros ter­mos, a questão se per­faz na bus­ca de saber qual a con­tribuição mais próx­i­ma da orig­i­nal­i­dade de Mon­tesquieu e que pode nos aju­dar a resolver as difi­cul­dades de nos­so tem­po.

A mes­ma abor­dagem orig­i­nal será usa­da para anal­is­ar cada um dos autores desse primeiro cur­so e dos três que o seguirão.

As inscrições estarão aber­tas a par­tir de primeiro de out­ubro, em link que será disponi­bi­liza­do aqui no site da Acad­e­mia Paulista de Dire­ito.

Os inscritos no cur­so poderão acom­pan­har as lições vir­tu­ais e terão, ain­da, o aces­so a uma aula ao vivo, para resolverem dúvi­das e dis­cu­tirem opiniões e per­spec­ti­vas. Os primeiros dez inscritos rece­berão o novo livro, auto­grafa­do por Attié.

As aulas pre­ten­dem ser acessíveis, com con­teú­do sério e orig­i­nal, sem­pre com indi­cações de leituras e a pro­pos­ta de ques­tion­a­men­tos sobre a exper­iên­cia de vida atu­al.

Tão impor­tante quan­to alargar o espaço de con­hec­i­men­tos sobre a filosofia políti­ca, em suas relações com o dire­ito, é poder preparar a sociedade para o debate e a con­strução e defe­sa da democ­ra­cia, num reg­istro mais próx­i­mo de nos­sos dese­jos, con­clui Attié.

Attié é Doutor em Filosofia da USP, além de Pres­i­dente da Acad­e­mia Paulista de Dire­ito. Em seus escritos e aulas con­s­tu­ma conec­tar arte e ciên­cia, fazen­do críti­cas e pro­postas enga­jadas nas questões éti­cas e políti­cas con­tem­porâneas.

Suas ideias são orig­i­nais e suaa abor­dagem, sem­pre ele­gante e acessív­el.

Assista, aqui, à primeira apre­sen­tação de “Rev­olu­cionam o Dire­ito e a Políti­ca”.