Em texto publicado na Folha/UOL, na Coluna “Interesse Público”, do jornalista Frederico Vasconcelos, Alfredo Attié, propõe a união da classe política, independentemente de sua opção à esquerda ou à direita, da comunidade jurídica e dos movimentos e organizações da sociedade, preocupados com a preservação da democracia, numa tarefa de resistência e afirmação do Estado Democrático de Direito, da Constituição e dos Direitos Humanos.

Preocupa o Presidente da Academia Paulista de Direito o constante ataque à ordem jurídica e ética levado a cabo por um modo de governar que tenta desnaturar as opções firmes da sociedade brasileira, expressas na Constituição e nas Leis, pelos princípios e normas da liberdade, da igualdade e da solidariedade, bem como descaracterizar o pacto constitucional, com a intromissão de palavras de ordem, utilização de redes sociais, de mensagens preconceituosas que contrariam direitos e deveres expressos no sistema jurídico brasileiro e na ordem internacional de direitos que o Brasil compõe.

“Não se trata de ganhar eleição, mas de vencer a batalha pela democracia e pela Constituição, pelas conquistas de direitos e pela preservação das suas garantias. Não há como abrir mão de um Estado civilizacional conquistado com muito esforço. Não é, evidentemente simples, nem será factível enquanto a sociedade se mantiver fragmentada e separada pelo ódio e tiver medo,” afirma Attié. E acrescenta: “acho que a maioria já enxerga problemas e antevê consequências nefastas para todos,” ao conclamar ao reconhecimento de “laços e interesses comuns naquilo que a Constituição define como sociedade livre e solidária, que busca a superação das desigualdades.”

Leia aqui a publicação original, de título “Juiz prega batalha pela democracia”, de seis de maio de 2019.