Com o apoio da Academia Paulista de Direito, a Comissão de Direitos Humanos da OAB de Salto, São Paulo, realizou no sábado, dia 28 de setembro de 2019, o importante I Seminário de Direitos Humanos: Violência Urbana.

Vários especialistas,  defensores e defensoras dos direitos humanos, atuando na advocacia, na educação, no jornalismo, na arte, na dança, na música, no campo do diálogo interrreligioso, em movimentos sociais, coletivos e organizações não governamentais, debateram, durante a manhã e a tarde, temas como cultura e direitos humanos, preconceito, violência, racismo, desigualdade, oportunidades e problemas enfrentados por mulheres, negros, população lgtbtq+.

Veja a programação.

A OAB Salto é presidida pelo Dr. Juliano Hyppolito. A Comissão de Direitos Humanos da OAB  Salto é dirigida pela Dra. Andrea Dias Ferreira. O evento é coordenado pelo Dr. Paulo Giovanni Carvalho, que tem realizado uma gestão inovadora, buscando construir laços com a sociedade, assim enriquecendo o trabalho e a reflexão da advocacia.

Fizeram importantes exposições Roberto Tardelli (Desigualdade Social e Violência Estatal), Chell Oliveira (Cultura e Enfrentamento da Violência), Maria Eduarda de Camargo (Educação e Diversidade), Leonardo Borges (Racismo e Violência Epistêmica), Ana Clara Moniz (Preconceitos e Acessos de Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais), Rafael Domingues (Violência contra População LGBTQIA+), Arilton Assunção (Preconceitos e Oportunidades) e Fátima Herculano (Violência contra a Mulher Negra).

Os trabalhos foram desenvolvidos em dois blocos, o primeiro pela manhã, iniciando-se às 8 e encerrando-se às 12 horas; e o segundo, entre 13:30 e 17 horas.

Iniciativa importante, sobretudo porque se estende à sociedade, com sua participação ativa e transdisciplinar.

Salto é cidade que possui longa tradição artístico-cultural, berço que foi da industrialização paulista e brasileira, depois de sucessivos fluxos industriais, com a conexão de aspectos tradicionais da cultura paulista e caipira ou sertaneja com as influências da imigração, sobretudo europeu-italiana, depois das migrações internas brasileiras, com os deslocamentos do Norte e Nordeste do Brasil para o Sul, depois para o Sudeste.

A Academia Paulista de Direito esteve presente.

Veja mais detalhes sobre o evento, aqui.